image

DESCRIÇÃO GERAL DOS SERVIÇOS DA APPACDM DA FIGUEIRA DA FOZ



APPACDM (Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental) Delegação da Figueira da Foz, é uma Instituição Particular de Solidariedade Social, de âmbito nacional cujos objectivos consistem na promoção da integração da sociedade do cidadão com deficiência mental, no respeito pelos princípios de normalização, personalização individualização e bem estar.

Constituem objectivos da APPACDM da Figueira da Foz:

  • 1. Promover a integração na sociedade do Cidadão Deficiente Mental, no respeito pelos princípios de Normalização, Personalização, Individualização, Bem Estar, Confidencialidade, Integridade, Rigor e Privacidade;

  • 2.Promover o equilíbrio das Famílias dos Cidadãos com Deficiência Mental;

  • 3. Sensibilizar e co-responsabilizar a Sociedade e o Estado, nas suas várias formas, no papel que lhes cabe na resolução dos problemas do Cidadão Deficiente Mental e respectiva Família;

  • 4. Defender e promover os reais interesses e satisfação das necessidades do Deficiente Mental nas Instituições, no Trabalho, no Lar e na Sociedade, tendo como princípios básicos:


    • a) Partilhar lugares comuns;

    • b) Fazer escolhas;

    • c) Desenvolver capacidades;

    • d) Ser tratado com respeito e ter um papel socialmente valorizado;


  • 5. Sensibilizar os Pais e Famílias, motivando-os para a defesa dos direitos dos seus familiares e apetrechando-os para a assunção das responsabilidades que lhes cabem, na condução de uma perspetiva de educação permanente na Escola e na Família;

  • 6. Humanizar e Normalizar as estruturas de resposta de modo a desenvolver meios não restritivos para o Deficiente Mental;

  • 7. Defender e promover a necessária adequação da Legislação Portuguesa e Comunitária, no sentido de serem reconhecidos e respeitados os direitos e deveres do Cidadão com Deficiência Mental;

  • 8. Promover actividades culturais, recreativas, desportivas, de lazer e tempos livres



A APPACDM da Figueira da Foz para prossecução dos seus objetivos deverá levar a cabo, quer ao nível nacional, em colaboração com entidades públicas ou privadas, a seguintes ações:

  • 1. Criação de estruturas e equipamentos, nomeadamente as seguintes áreas:


    • a) Serviços de Apoio Direto ao Cidadão com Deficiência Mental inseridos no seu processo de desenvolvimento nomeadamente: Creche, Pré-Escolar, Apoio Ocupacional, Lar Residêncial e Acolhimento Temporário;

    • b) Serviços Complementares aos referenciados na alínea anterior, bom como ainda serviços sócio-psico-pedagógicos de formação e informação no apoio à família e à pessoa com Deficiência Mental;

    • c) Criação de Estruturas em colaboração com Instituições públicas ou privadas que fomentem a investigação sobre deficiência mental nos âmbitos psicopedagógico social e médico, na prossecução permanente do aperfeiçoamento dos conhecimentos nestas áreas.


    Os serviços prestados pela Instituição serão gratuitos ou remunerados em regime de porcionismo, de acordo com a situação económico financeira dos clientes.
    As tabelas de comparticipação dos clientes serão elaboradas em conformidade com as normas legais aplicáveis e com os acordos de cooperação que sejam celebrados com os serviços oficiais competentes.

    Políticas da organização 2013